Herbário Póetico

Espaço destinado a divulgaçao de: Receitas, Crenças. Misticismo Chás, Ervas&Aromas. Medicina Convencional Fitoterápico e Alternativo! Tudo que se relaciona com coisas naturais! Sem fins lucrativos. Nosso prazer e ver você informado. Agradecemos sua visita! Volte Sempre!

Inteligentes &Perpicazes

Total de visualizações de página

segunda-feira, março 29, 2010

Poejo



O poejo atua como digestivo, expectorante e antiespasmódico. Em uso tópico é bom cicatrizante e antiséptico. Isso devido seu óleo essencial e taninos, além da carvona, pulegona e mentol. Contra tosse, bronquite, insônia, acidez estomacal, arrotos, febre e gases. Eficaz também para transtornos menstruais , crises nervosas e reumatismo. As pessoas que sofrem de hipocloridria podem se beneficiar com o uso do chá de poejo misturado com algumas gotas de suco de limão. Alivia inflamação e fermentação intestinal, enjôos, azia.É um excelente coadjuvante para estados gripais.Um escalda pés de poejo também é excelente para alívio da gripe e resfriados.A ingestão da planta também é indicada no combate a vermes intestinais.



Utilização

Uso caseiro: : Aplicado sobre picadas de insetos ajuda a aliviar a dor; bom repelente para traças. Uma cama de poejo na casa dos animais ajuda a afastar as pulgas. Bom repelente de insetos. Perfuma sachês e potpourris
Uso culinário: Tempera saladas de frutas e verduras, aromatiza sucos e drinques.Chás refrescantes de verão e também usado nos molhos de mentas para acompanhar carnes de carneiro e ovelha.
Uso mágico: Usado nas viagens dentro dos sapatos, evita enjôos de ar e mar. Erva de paz, e plantado perto da casa acaba com as brigas. Traz saúde e alegria para as famílias. Boa para proteção.






http://www.cotianet.com.br/

Cavalinha - Equisetum arvense




A Cavalinha (Equisetum arvense) também é conhecida como Rabo-de-Cavalo, Cola-de-Cavalo, Milho de Cobra, Erva-carnuda, Rabo-de-Rato, Cauda-de-Raposa, Rabo-de-Cobra, Cana-de-Jacaré, Erva-canudo, Lixa-Vegetal, dentre outros. Pertence a família das Equisetaceae.

Principais Usos da Cavalinha: acne, artrite, incontinência urinária, perda de sangue, catarro, diarréia, disenteria, dismenorréia, eczema, edema, unhas fracas, fraturas, hemorragia, pedras no rim, problemas nos ligamentos, osteoporose, artrite reumática, úlceras, conjuntivites, gengivite, leucorréia, feridas.

Propriedades Medicinais da Cavalinha: antibacteriano, antifúngico, antiinflamatório, adstringente, diaforético, diurético, hemostático, nutritivo, vulnerário.

A Cavalinha é muito rica em minerais e pode ajudar na recuperação de fraturas e cortes nos ossos, carne e cartilagem, como também pode melhorar o tempo de coagulação de sangue. O alto teor de sílica em sua composição fortalece os tecidos conjuntivos do corpo e também beneficia no tratamento de artrite reumática. Pode ser feito também um chá de Cavalinha para borrifar em ervas de jardim, para prevenir o ataque de fungos.

Imagem e texto do google

Mariscos


Mariscos, moluscos e crustáceos
O marisco tem um baixo teor de gordura e é rico em proteínas; além disso, muitos tipos são óptimas fontes de nutrientes essenciais, sobretudo de zinco. O marisco poderá eventualmente oferecer uma certa protecção contra as doenças cardíacas.

Com um elevado teor de proteínas, vitaminas e minerais e poucas calorias, o marisco constitui um alimento particularmente nutritivo e, para além disso, muito apreciado. Podemos dividir o marisco em dois grupos: moluscos e crustáceos. Na sua maioria, os moluscos, entre os quais se contam os mexilhões, as ostras e as amêijoas, são bivalves, isto é, têm duas conchas, se bem que alguns deles, como, por exemplo, o haliote, tenham uma única concha, com a parte de baixo mole. Os crustáceos — gambas, camarões, caranguejos, sapateiras, lavagantes, lagostins e lagostas — têm corpos cobertos com uma carapaça inteira ou segmentada.
Os vários tipos de marisco são verdadeiros «armazéns» de nutrientes essenciais. A maioria fornece vitamina B, que é necessária à formação dos glóbulos vermelhos e à manutenção de um sistema nervoso saudável, em quantidades abundantes e também zinco, elemento importante para a produção de proteínas, cicatrização de feridas e desenvolvimento dos órgãos do aparelho reprodutor.
São vários os mariscos que contêm igualmente uma grande quantidade de outras vitaminas e minerais, em maior ou menor proporção, incluindo as vitaminas B1, B2 e niacina, selénio, cálcio, magnésio e iodo.


Fonte de Pesquisas
http://bemestar.eu/
Imagem do google

sábado, março 27, 2010

Hinduismo


Apresentação breve sobre as religiões mais significativas do mundo, dentre elas:

Animismo: Estágio primitivo do espírito religioso; atribui alma a objetos (fetichismo e totemismo), e fenômenos naturais, utiliza-se da dança em seus rituais;

Hinduísmo: Conjunto de tradições religiosas originárias no subcontinente Indiano. Acreditam em espírito supremo cósmico, adorado de muitas formas, representado por deuses como Vishnu, Shiva, Shakti e Brahma;

Judaísmo: Religião monoteísta dos antigos hebreus, mais tarde chamados judeus ou israelitas;

Budismo: Fundamentado nos Ensinamentos de Siddharta Gautama – Buda. Visa a realização plena da natureza humana e à criação de uma sociedade perfeita e pacífica;

Cristianismo: Uma das três grandes religiões monoteístas do mundo, ao lado do islamismo e do judaísmo. Existem 33.830 denominações cristãs divididas em três grandes ramos: Catolicismo, Ortodoxo e Protestantismo;

Islamismo: O islã é visto pelos seus aderentes como um modo de vida que inclui instruções que se relacionam com todos os aspectos da atividade humana, sejam eles políticos, sociais, financeiros, legais, militares ou interpessoais.

Mas posso dizer que a religião que mais me chamou a atenção foi o hinduísmo, pois, ela tem um visual todo colorido, cada vez que vejo os deuses do hinduísmo eu me alegro pelas cores e visuais (parece até conversa de criança né? Mas não é vocês vão ver).


Alguns deuses que me chamaram a atenção (existem muitos deuses, mas esses me cativaram por suas qualidades):

Brahma: O Deus Criador

Saraswati: esposa de BRAHMA, a mãe dos principais sábios, ascetas e vários deuses do universo.

Shiva: o deus hindu da destruição e renovação.

Parvati: esposa de Shiva representa a unidade de deus e deusa, do homem e da mulher.

Ganesh: filho de Shiva e Parvati. Sábio e ponderado, é invocado antes de qualquer empreendimento para assegurar seu êxito.

***Curiosidade: Parvati precisava de um guardião para protegê-la quando ela ia tomar banho, nisso ela criou Ganesh, Shiva voltou de sua viagem, e solicitou ao menino que o deixasse entrar em casa, o garoto não deixou, e eles entraram em luta corporal, até que Shiva decepou a cabeça do garoto e jogou longe. Quando ele ficou sabendo por Parvati que o menino era seu filho, recorreu a Brahma, que solicitou a cabeça de qualquer ser para substituir a do garoto, e aí já viu no que deu né.

Espero que tenham gostado da pequena explicação sobre teologia e as maiores religiões do mundo…

Imagem e Texto da Web

Calêndula


Calendula officinalis

A calêndula, é bela planta para se ter no jardim, existe uma extensa variedade destas plantas que florescem com as cores mais variadas, espalham-se pelo vento e germinam com muita facilidade!


Nome popopular:
Maravilhas, maravilhas-bastardas, boas noites, calêndula-hortense, mal-me-quer, bem-me-quer e verrucária.

Cultivo:
Clima - Resiste bem a geadas e secas, mas prefere clima temperado e ameno.
Luminosidade - Sol pleno.
Solo - Rico em nutrientes e matéria orgânica, bem drenado e com pH 6,0-7,0.
Propagação -Sementes.
Espaçamento - 20 x 30 cm entre plantas.
semeadura - julho a agosto.

Colheita:
As flores devem ser colhidas quando estiverem totalmente abertas e submetidas a
uma secagem cuidadosa.

Finalidade:
Cicatrizante, sedativa, antiespasmódidica, anti-alérgica, anti-abortiva, combate úlcera, anemia, feridas e chagas cancerosas, dor de garganta, inflamações, icterícia, arlegias, calos e verrugas.

Uso:
Chá, pomada, emplastro

quinta-feira, março 25, 2010

Segurelha-de-Inverno (Satureja Montana)


Esta planta também conhecida como Satureja-das-montanhas é, como o nome indica, característica de encostas e colinas calcárias soalheiras da região mediterrânica. Durante muito tempo era procurada pelos seus efeitos potencialmente afrodisíacos, estimulantes e psíquicos.
A sua época de floração vai de Julho e até Setembro, e as suas flores podem ser brancas ou rosadas.
É frequentemente utilizada como condimento devido ao seu aroma e sabor amargo, sendo que os seus efeitos carminativos auxiliam a digestão de alguns legumes e carnes. Em Portugal, é famosa pela sua utilização na sopa de feijão à qual dá um sabor muito especial.
Segurelha-de-Inverno (Satureja Montana) Segurelha-de-Inverno (Satureja Montana) Segurelha-de-Inverno (Satureja Montana) Em usos externos, é recomendada para todo o tipo de problemas na boca e garganta sob a forma de infusão, com a qual se podem fazer bochechos e gargarejos. Há também quem recomende banhos quentes para auxiliar no tratamento do reumatismo.


A segurelha que aqui tenho no cantinho tem crescido muito bem apesar de não ter tanto Sol como isso. No entanto, pela experiência que tive com a segurelha durante o Inverno, estação durante a qual também ela para totalmente de crescer, aconselho uma poda no início da Primavera, ou em finais do Inverno. Não sei se estou a dar uma informação correcta mas comigo resultou bastante bem.
Existe ainda uma outra segurelha, a Segurelha-de-Verão (Satureja hortensis), que também já tive aqui no cantinho, mas essa trata-se de uma planta que julgo que dura talvez um ano ou dois. No entanto, se bem me recordo o seu aroma era bastante mais forte que o da Satureja montana.


Pesquisas e imagens
http://ocantinhodaservas.blogspot.com/

terça-feira, março 23, 2010

Boldo e Boldo baiano


Aspectos agronômicos
Deve-se plantar logo após a retirada do ramo ( pedaços de ramos de uma planta-mãe ) e, de preferência, em período chuvoso, para facilitar a pega. Na ausência de chuvas, regar ddiariamente até a pega, e depois mais espaçadamente. Não é exigente quanto a solos. As folhas já podem ser colhidas poucos meses após o plantio ( a cada 4 meses ). Durante a floração, as folhas perdem parte de suas propriedades terapêuticas, por isso devem ser colhidas antes desse período.
Parte usada: Folhas frescas.

Constituintes químicos
Óleo essencial rico em guaieno e fenchona; contém ainda barbatol, barbatesina, cariocal e barbatusol.

OBSERVAÇÃO

Não se deve confundir o nosso boldo-nacional, erva aromática de 60-80cm de altura, com o verdadeiro boldo-do-chile ( Pelmus boldus ), árvore originária do Chile, de mais de 8m de altura. O boldo-nacional possui as mesmas propriedades do boldo-do-chile.

Uso Fitoterápico
Afecções hepáticas ( hepatite, cólicas, congestões, etc )
Afecções febris
Afecções gástricas
Dispepsias
Flatulência
Obstipação
Inapetência
Cálculos biliares
Debilidade orgânica
Insônia
Ressaca alcóolica.
Outros usos
Das raízes de planta muito semelhante ( Coleus forskolli Briq. ) extrai-se o Forskollin , reagente empregado em técnicas farmacológicas especias.

Riscos
Pode produzir irritação da mucosa do estômago, se usado em doses elevadas. Parece apresentar efeito cardioativo.

Doses utilizadas
Uso interno
Chá por decocção, dosagem normal, atuando nas afecções hepáticas e vesiculares, e influenciando, assim, beneficamente a digestão. Sumo: amassar 2 folhas em 1 copo e completar com água . Tomar 2 a 3 vezes ao dia.

Uso externo
Chá por decocção, sob a forma de banhos, agindo como tranquilizante e proporcionando um sono reparador.

Tintura: 20g de planta fresca em 100mL de álcool. Tomar 20 a 40 gotas no momento do incômodo, ou até 3 vezes ao dia.

Bibliografia



BOLDO BAIANO
Nome Científico: Vernonia condensata
Nome Popular: alumã, aluman, árvore do pinguço, boldo, boldo baiano, boldo japonês e cambara guaçu e assa peixe.
Família: Asteraceae



Aspectos Agronômicos
Propaga-se por estacas ou sementes, em viveiros, com espaçamento de 4 X 5m. O solo pode ser seco, pobre em nutrientes, leve e bem drenado.

Quanto a exposição ao sol, a mesma deve ser plena, tem preferência por climas tropicais e subtropicais.

A colheita das folhas deve ser feita quando a árvore estiver cheia, na medida da necessidade, ao longo do ano. Já as raízes, podem ser colhidas em qualquer época do ano.

Parte Utilizada
Folhas e raízes.

Constituintes Químicos
taninos
óleo essencial
saponinas
flavonóides
lactonas sesquiterpênicas
glucosídeos esteroidais
Origem
África

Aspectos Históricos
Usado na medicina desde tempos coloniais, o assa peixe vem sendo estudado há décadas pelos pesquisadores. No ano de 2000, a Fundação Oswaldo Cruz, que testou a planta em ensaios de laboratório e em cobaias animais, comprovou os efeitos analgésico e antiinflamatório da erva, dando origem a um novo medicamento, ainda não disponível comercialmente.

Uso Fitoterápico
Tem ação

Antidiarréica, aperiente, colagoga, colerética, diurética, hepática, desintoxicante do fígado, depurativa, tônico hepático.

É indicada

ressaca alcoólica
bom funcionamento do fígado
estimular a secreção biliar
aliviar os sintomas da gripe
diarréia
cólicas
icterícia
abrir o apetite
Riscos
Outras espécies do gênero Vernonia não apresentaram nenhum efeito tóxico, exceto um glicosídeo cardiotônico encontrado nas raízes de uma das espécies na África. Não se aconselha o uso prolongado da planta. A mesma pode ser abortiva.

Dose Utilizada
Uso Interno
Infuso:5 folhas por litro d’água. Tomar pela manhã (para o fígado) ou após as refeições (contra diarréia).
Maceração: 5 folhas em 1 copo d’água. Tomar 2 a 3 vezes ao dia (ressaca alcoólica), recomenda-se tomar antes e após a ingestão de bebidas alcoólicas.



Fonte: www.unilavras.edu.br

segunda-feira, março 22, 2010

Depressão



Sinônimos e nomes relacionados:
.
Transtorno depressivo, depressão maior, depressão unipolar, incluindo ainda tipos diferenciados de depressão, como depressão grave, depressão psicótica, depressão atípica, depressão endógena, melancolia, depressão sazonal.
.

O que é a depressão?
.


Depressão é uma doença que se caracteriza por afetar o estado de humor da pessoa, deixando-a com um predomínio anormal de tristeza. Todas as pessoas, homens e mulheres, de qualquer faixa etária, podem ser atingidas, porém mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens. Em crianças e idosos a doença tem características particulares, sendo a sua ocorrência em ambos os grupos também freqüente.
.

Como se desenvolve a depressão?
.
Na depressão como doença (transtorno depressivo), nem sempre é possível haver clareza sobre quais acontecimentos da vida levaram a pessoa a ficar deprimida, diferentemente das reações depressivas normais e das reações de ajustamento depressivo, nas quais é possível localizar o evento desencadeador.
.

As causas de depressão são múltiplas, de maneira que somadas podem iniciar a doença. Deve-se a questões constitucionais da pessoa, com fatores genéticos e neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais) somados a fatores ambientais, sociais e psicológicos, como:
.

- Estresse
- Estilo de vida
- Acontecimentos vitais, tais como crises e separações conjugais, morte na família, climatério, crise da meia-idade, entre outros.
.

Como se diagnostica a depressão?
.
Na depressão a intensidade do sofrimento é intensa, durando a maior parte do dia por pelo menos duas semanas, nem sempre sendo possível saber porque a pessoa está assim. O mais importante é saber como a pessoa sente-se, como ela continua organizando a sua vida (trabalho, cuidados domésticos, cuidados pessoais com higiene, alimentação, vestuário) e como ela está se relacionando com outras pessoas, a fim de se diagnosticar a doença e se iniciar um tratamento médico eficaz.
.

O que sente a pessoa deprimida?
.
Freqüentemente o indivíduo deprimido sente-se triste e desesperançado, desanimado, abatido ou " na fossa ", com " baixo-astral ". Muitas pessoas com depressão, contudo, negam a existência de tais sentimentos, que podem aparecer de outras maneiras, como por um sentimento de raiva persistente, ataques de ira ou tentativas constantes de culpar os outros, ou mesmo ainda com inúmeras dores pelo corpo, sem outras causas médicas que as justifiquem.
.
Pode ocorrer também uma perda de interesse por atividades que antes eram capazes de dar prazer à pessoa, como atividades recreativas, passatempos, encontros sociais e prática de esportes. Tais eventos deixam de ser agradáveis. Geralmente o sono e a alimentação estão também alterados, podendo haver diminuição do apetite, ou mesmo o oposto, seu aumento, havendo perda ou ganho de peso. Em relação ao sono pode ocorrer insônia, com a pessoa tendo dificuldade para começar a dormir, ou acordando no meio da noite ou mesmo mais cedo que o seu habitual, não conseguindo voltar a dormir. São comuns ainda a sensação de diminuição de energia, cansaço e fadiga, injustificáveis por algum outro problema físico.
.

Como é o pensamento da pessoa deprimida?
.
Pensamentos que freqüentemente ocorrem com as pessoas deprimidas são os de se sentirem sem valor, culpando-se em demasia, sentindo-se fracassadas até por acontecimentos do passado. Muitas vezes questões comuns do dia-a-dia deixam os indivíduos com tais pensamentos. Muitas pessoas podem ter ainda dificuldade em pensar, sentindo-se com falhas para concentrar-se ou para tomar decisões antes corriqueiras, sentindo-se incapazes de tomá-las ou exagerando os efeitos "catastróficos" de suas possíveis decisões erradas.
Pensamentos de morte ou tentativas de suicídio
Freqüentemente a pessoa pode pensar muito em morte, em outras pessoas que já morreram, ou na sua própria morte. Muitas vezes há um desejo suicida, às vezes com tentativas de se matar, achando ser esta a " única saída " ou para " se livrar " do sofrimento, sentimentos estes provocados pela própria depressão, que fazem a pessoa culpar-se, sentir-se inútil ou um peso para os outros. Esse aspecto faz com que a depressão seja uma das principais causas de suicídio, principalmente em pessoas deprimidas que vivem solitariamente.
.
É bom lembrar que a própria tendência a isolar-se é uma conseqüência da depressão, a qual gera um ciclo vicioso depressivo que resulta na perda da esperança em melhorar naquelas pessoas que não iniciam um tratamento médico adequado.
.

Sentimentos que afetam a vida diária e os relacionamentos pessoais
.

Freqüentemente a depressão pode afetar o dia-a-dia da pessoa. Muitas vezes é difícil iniciar o dia, pelo desânimo e pela tristeza ao acordar. Assim, cuidar das tarefas habituais pode tornar-se um peso: trabalhar, dedicar-se a uma outra pessoa, cuidar de filhos, entre outros afazeres podem tornar-se apenas obrigações penosas, ou mesmo impraticáveis, dependendo da gravidade dos sintomas. Dessa forma, o relacionamento com outras pessoas pode tornar-se prejudicado: dificuldades conjugais podem acentuar-se, inclusive com a diminuição do desejo sexual; desinteresse por amizades e por convívio social podem fazer o indivíduo tender a se isolar, até mesmo dificultando a busca de ajuda médica.
.

Como se trata a depressão?
.

A depressão é uma doença reversível, ou seja, há cura completa se tratada adequadamente. O tratamento médico sempre se faz necessário, sendo o tipo de tratamento relacionado ao perfil de cada paciente. Pode haver depressões leves, com poucos aspectos dos problemas mostrados anteriormente e com pouco prejuízo sobre as atividades da vida diária. Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental, mas o tratamento pode ser apenas psicoterápico.
Pode haver também casos de depressões bem mais graves, com maior prejuízo sobre o dia-a-dia do indivíduo, podendo ocorrer também sintomas psicóticos (como delírios e alucinações) e ideação ou tentativas de suicídio. Nessa situação, o tratamento medicamentoso se faz obrigatório, além do acompanhamento psicoterápico.
.

Os medicamentos utilizados são os antidepressivos, medicações que não causam “dependência”, são bem toleradas e seguras se prescritas e acompanhadas pelo médico. Em alguns casos faz-se necessário associar outras medicações, que podem variar de acordo com os sintomas apresentados (ansiolíticos, antipsicóticos).
.

Faça sessões de massagem anti-depressão regulamente...


Fonte de pesquisas e Imagem
http://luizaterapia.blogspot.com/

O que imaginamos - Fools Crow, Lakota


"Acreditando que as pessoas podem subir para além da vida normal."
- Fools Crow, Lakota

Fomos criados por Deus para ser a visão das pessoas. Primeiro vamos definir o objetivo e depois veremos. Se criamos dentro de nós uma imagem ou visão e mantemos essa imagem ou visão em nossa mente, tudo o que imaginar vai aparecer em nossa realidade. Se podemos ver a nós mesmos sendo educados, então as escolas e os professores irão aparecer em nossas vidas. Se criarmos em nossa mente uma pessoa positiva e espiritual para a nossa vida, vai atrair esse tipo de pessoa em nossos relacionamentos. Qual tamanho nossos sonhos podem ter?

"Grande Espírito, deixe minhas visões de hoje serem a sua visão.
Coloque dentro de mim uma visão do ser que você gostaria que fosse meu ser.
Então me ajude a manter a visão em minha mente".


http://arletexamanismo.blogspot.com/

domingo, março 21, 2010

Valeriana


Valeriana (Valeriana officialis L.)


Família: Valerianáceas

Nomes vulgares: Erva-dos-gatos, valeriana-menor, valeriana-selvagem, valeriana-silvestre.
Nome Ayurvédico: São usadas duas espécies: tagara e jatamansi.


Habitat e distribuição: Planta vivaz, nativa da Europa (excepto zona mediterrânica e Ásia Setentrional) em lugares húmidos, principalmente nas florestas e margens dos rios. Muito cultivada na Europa central e Oriental.

Partes utilizadas: Rizomas e raízes.

Constituintes: Óleo volátil ou essencial (ácido isovaleriânico, borneol), valepotriatos, alcalóides iridóides, sesquiterpenos, flavonóides.

Características: Pungente, ligeiramente amarga, fresca, seca.


Propriedades: Antiespasmódica, tranquilizante, expectorante, diurética, reduz a tensão arterial, carminativa, anódino suave.

Usos Etnomédicos e Médicos: Sedativo, em casos de nervosismo, estados de ansiedade, insónia, cólicas, gastrintestinais e colites devido ao stress. Broncospasmos de origem nervosa.

Principais indicações: como sedativo, relaxante muscular e indutor do sono.

Contra indicações: Não usar a Valeriana com outros sedativos do sistema central, pois potencializa o seu efeito. Gravidez, aleitação e crianças menores de 3 anos.


Efeitos Secundários e Toxicidade: Quando é prescrita por longos períodos, podem aparecer dores de cabeça, alterações cardíacas e midríase.


Precauções: Evitar bebidas alcoólicas.


Medicina Ayurvédica e Valeriana: A medicina Ayurvédica reconhece duas plantas diferentes na família da Valeriana: tagara e jatamansi. A tagara é mais próxima da Valeriana officialis, que é a mais amplamente utilizada no Ocidente, nas formulações de ervas. O jatamansi às vezes é chamado pelo seu nome latino Valeriana jatamansi e em algumas ocasiões por Nardostachys jatamansi. Esta é considerad ligeiramente menos sedativa do que a tagara, Mas isso não foi cientificamente confirmado. Ambas são amargas, doces, picantes e adstringentes, embora a tagara seja aquecedora em potência, enquanto a jatamansi tem um valor especial na aquietação da mente excitada e ruminadora que o excesso de Pitta pode gerar.


História:
O nome Valeriana deriva presumidamente do latim “valere” que significa “estar saudável”. Tranquilizante natural, a Valeriana acalma os nervos sem os efeitos secundários dos medicamentos clássicos. Tem um cheiro distintivo e até desagradável e era chamada phu pelo médico grego Galeno. Nos anos mais recentes, tem sido explorada, e desenvolveram-se químicos chamados valepotriatos nos extractos de Valeriana. Estes produtos parecem deprimir o sistema nervoso, enquanto a planta fresca é mais sedativa.


Http// luzcardoso.blogspot.com/

"Prece Irlandesa"




"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente às suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo,
Que a vida lhe guarde na palma de Suas mãos".




imagens e texto do google

Há um tempo para tudo!




O Divino vê você. Ou, melhor dizendo, escuta...
Porque há um universo de amor no coração do Todo*.
E todos os que amam estão dentro dele.

Ah, Ele o conhece, mais do que você imagina.
E melhor do que você mesmo, muito mais...
Mas não da forma como você pensa.
É mais uma questão de sentir...
E, quem ama, sente.

Ao longo da senda, você já sofreu e chorou muito.
Na maioria das vezes, você mesmo se machucou.
Sim, quando o seu orgulho falou mais alto que o seu coração.
E quando você deixou de respeitar a si mesmo.
Quando você se esqueceu d'Ele e agiu cheio de ego.

Mas Ele sabe tudo de você, sempre soube...
E Ele sempre espera, pois há um tempo para tudo.
Existe um tempo de semear e um tempo de colher.
Assim como existe o tempo de aprender e reciclar.
E o tempo de ouvir o coração chamando para a Luz.

Ah, o tempo lhe ensinou a cantar com alma.
E você aprendeu a ouvir e a respeitar a si mesmo.
E passou a respeitar aos outros também.
Então, você se reencontrou com Ele, em seu coração.
E tudo mudou, porque o amor regenerou sua luz.

E você chorou muito, não mais por seu ego ferido.
Mas porque você O viu dentro de si mesmo.
Porque você compreendeu que o céu sempre foi em seu coração.
E que toda tristeza era ilusão sensorial.

E você sentiu algo real iluminando seus rumos...
E viu que O Supremo age de formas admiráveis.
Mesmo quando você estava cego de alma e de paz.
Ah, Ele sabia que você estava era com fome de amor.

Um dia, o seu rosto foi um rio de lágrimas...
E Ele esperou o tempo certo... O seu tempo de despertar.
E, novamente, o amor fez morada em seu coração.
E Ele riu, dentro de você. E você riu junto, e em paz.
E sua senda ficou linda e cheia de estrelas.

Sim, a luz se fez dentro de você.
Porque você aprendeu a cantar com alma.
E nada mais foi como antes.
Porque você encontrou o seu tempo.

E o seu peito tornou-se um sol.
Porque você se reencontrou com Ele.
E vocês riram juntos, no templo do seu coração.
Porque você redescobriu o Grande Amor.

E, agora, o seu rosto é um rio de luz...
Porque suas lágrimas foram transformadas.
E você descobriu que sua senda não é sua, mas d'Ele.
Porque o Todo está em tudo! E tudo é Ele, tudo é Ele, tudo é Ele..

Desconheço autoria
Imagem do google.

Emoções: Por que devemos fazer terapia?





O nome Emoção significa “movimento para fora” e descreve o efeito visível das emoções na nossa musculatura.
Cada emoção tem um comportamento muscular:
Na alegria, é de expansão.
No prazer, é de compartilhamento.
Na tristeza, é de encolhimento.
Na raiva, é de agressão.
No medo, é de contração.
Um novo ramo da Ciência começou a ser desenvolvido, pelo qual passou-se a entender como os processos mentais se transformavam em emoções e comportamentos.

Como tudo o que acontece no sistema nervoso é levado para todas as células do organismo, ficou claro que cada célula sabe o que se passa em todas as outras células do nosso corpo.

A produção de emoções vai influenciar, portanto, o estado de todo o nosso organismo pelas vias de comunicação mente/corpo e as células vão sentir e se comportar de acordo com o tipo de emoção que esteja predominando no momento.

As moléculas das emoções que produzimos pelos nossos pensamentos (que são criados a todo instante) vão influenciar e determinar o estado de saúde ou de doença do nosso organismo.

Elas podem ser alegria, medo, ansiedade ou raiva. Nós precisamos nos educar emocionalmente, modificar nossos pensamentos e nossas atitudes para que nosso organismo funcione bem. A ausência de educação emocional adequada pode provocar inibições, bloqueios, receios, insegurança, instabilidade, frustrações, estresse, ansiedade, depressão e muitos outros distúrbios gerados pela falta de educação emocional.

Se você está com algum problema emocional e isso está tirando seu sono, não tente se enganar: o autotratamento não existe, não adianta se acomodar que não vai resolver o problema, isso só vai somatizar e complicar ainda mais sua situação, gerando mais complicações de saúde.

Saiba que todos nós precisamos de ajuda, e de ajuda profissional. A terapia irá ajudar a equilibrar o emocional favorcendo seu convívio, seja ele familiar, profissional ou afetivo passando, assim, a ter "Prazer Em Viver" !!!


UNAEE - União Nacional de Apoio ao Equilíbio Emocional



http://semprecrescer.blogspot.com/

sábado, março 20, 2010

O que causa o Stresse


Existem pesquisas que mostram que o estresse afeta o organismo causando alterações celulares de maneira a aumentar a incidência de doenças. O estresse está ligado às doenças do coração e à hipertensão arterial, podendo também ter uma relação com o surgimento do câncer.
.

A relação com funções imunológicas ainda não está esclarecida. Estudos mostram que pessoas que têm amplas relações sociais e contatos com pessoas - amigos, vizinhos, parentes, colegas de serviço - têm menor incidência de resfriados do que os que vivem num ambiente restrito de relacionamentos.

.
O American Journal of Medicine em 1997 publicou um trabalho onde é mostrado que o contato escasso com pessoas é um fator de risco maior do que o cigarro para contrair doenças virais respiratórias. Pensamentos antigos estão ressurgindo. Hipócrates em 500 AC já dizia que as emoções estão ligadas à saúde. Hoje os cientistas estão conseguindo demonstrar que as paixões podem desencadear doenças. Descobriram que certas células do corpo humano são capazes de enviar mensagens entre células nervosas e o sistema imunológico.

.
Estudos em animais mostraram que a interrupção dessa comunicação entre as células, seja pela engenharia elétrica ou pelo uso de drogas, está associada com uma maior susceptibilidade às doenças da tireóide, doenças inflamatórias e artrites.
.

A maioria dos estudos relaciona o estresse à hipertensão e às doenças do coração. Dados convincentes sugerem que o medo crônico, a ansiedade, a solidão e a depressão podem ser letais para pessoas com doenças do coração.
.

É significativo o fato de que os ataques cardíacos são provocados pela agregação de plaquetas formando coágulos, fenômeno conhecido como "correr ou lutar" e desencadeado pelo medo ou pavor. Todos nós estamos constantemente experimentando o estresse de uma ou outra forma.
.
Estresse agudo e crônico.
.

O estresse agudo
.

É o conseqüente a um acontecimento traumático, como a perda de um ente querido, um assalto, uma doença grave na família, a perda do trabalho, perda de um bem.
.

O estresse crônico
.

É o do dia a dia, como os problemas de trânsito, da profissão, econômicos, relações de trabalho, de família. Nas situações de estresse o corpo libera dois hormônios, a adrenalina e a cortisona.
Como resposta a esses dois hormônios as plaquetas se agregam, as células imunológicas são ativadas, o açúcar do sangue vai para os músculos para lhes proporcionar energia, a respiração e a freqüência cardíaca aumentam e a pressão arterial sobe. A cortisona de início mantém a resposta ao estresse e depois lentamente vai diminuindo até o organismo voltar à função normal. Quando a situação estressante persiste, a reação persiste e pode tornar-se prejudicial em vez da reação benéfica inicial.
.

A chamada resposta alostática, o que é?

.

Em 1998, no New England Journal of Medicine, foi publicado um trabalho que usa o termo alostático, que vem do grego e significa "encontrar estabilidade através da mudança". Este é um termo usado para explicar a adaptação que o organismo encontra quando é submetido a um estresse crônico. O preço que o organismo paga para obter e conservar essa adaptação pode ser alto. Algumas pessoas submetidas a estresse crônico tornam-se hiperativas ou hipoativas quando expostas à situação estressante. Uma produção muito pequena ou muito grande de hormônios frente a uma situação de estresse pode ser prejudicial por desencadear a produção de substâncias alternativas afim de corrigir o excesso ou carência desses hormônios. Assim, um excesso de cortisona:
.

- aumenta a produção de insulina;
- provoca fraqueza dos músculos;
- predispõe a infecções e a descalcificação dos ossos;
- favorece a depressão e a degenerações do cérebro que levam à perda da memória.
.

Ainda não se sabe porque certas pessoas não desligam a "reação ao estresse" continuando a produzir os hormônios uma vez terminado o motivo que o desencadeou. Também se ignora porque outras pessoas não produzem os hormônios do estresse quando deles necessitam.
.

As pesquisas sugerem que exercício moderado e regular é a melhor maneira de se opor aos efeitos prejudiciais do estresse. As pessoas que regularmente fazem exercício percebem que toleram o estresse muito melhor e não necessitam mais comer muito ou tomar grandes doses de álcool quando estão em situações de estresse afim de se acalmarem.
.

Reduzir o estresse não significa que você deve mudar da cidade para o campo, abandonar seu emprego, se aposentar, largar o automóvel ou mudar de profissão. Basta fazer mais exercícios físicos, aumentar seu círculo de relações, participar de atividades sociais, mudar seus horários de trânsito e fazer sessões de massagens regulamente.
Não adianta ficar procurando um ou dois motivos que te levaram ao stresse o acumulo de uma vida é a real causa.

Fonte da Pesquisa
http://www.massagemesaude.xpg.com.br/

.

quinta-feira, março 18, 2010

Beneficios da reflexologia podal


Quais são os principais benefícios da Reflexologia Podal e para quem ela é indicada?
Observe abaixo, alguns dos benefícios que a Reflexologia Podal pode te proporcionar:
.
-Apnéia do sono;
-Alívio de dores de cabeça frequente;
-Dores nas costas e pescoço;
-Artrite e reumatismo;
-Falta de energia ou fadiga física e mental;
-Asma;
-Bronquite;
-Distúrbios oculares ou zumbidos nos ouvidos;
-Retenção de líquidos;
-Dor de estômago, prisão de ventre e obstipação;
-Dor ciática, lombar, dorsal e cervical;
-Cãimbras;
-Ansiedade, depressão e insônia;
-Alívio nas doenças crônicas.
.
Além de proporcionar um grande relaxamento físico e mental, a Reflexologia Podal libera as endorfinas, que são os químicos corporais que te fazem sentir-se bem.
.
Existe alguma pessoa que não pode fazer? Para quem não é recomendado?
.
A Reflexologia Podal, é contra-indicada em casos de pessoas com coágulos ou feridas, flebites (inflamação das veias), trombose, doenças infecciosas, tumores malignos, leucemia ou outras formas de câncer, problemas cardiovasculares ou outro tipo de problema vascular nas pernas. Nestes casos, o encaminhamento médico torna-se necessário.
.
A Reflexologia Podal pode ser aplicada em pessoas de 0 a 100 anos, porém é importante que o Terapeuta tome conhecimento sobre qualquer tipo de problema de saúde, e o paciente deve alerta-lo em caso de suspeita/confirmação de gravidez, (por exemplo), porque nesse caso (como para os bebês) os movimentos devem ser mais suaves, para não afetar de forma negativa o tratamento em si.

http://espacodaluiza.blogspot.com/
Fonte de pesquisas e Imagem

.

Reflexologia podal


Quanto tempo dura uma sessão?
.
Depende... de 30 (trinta minutos) a 45 (quarenta e cinco) minutos.
.
Se ela for usada em algum tratamento, quantas sessões são necessárias para obter bons resultados?
.
A partir de 10 (dez) sessões para obter um resultado razoavelmente bom.
.
Qual a faixa de preço de uma sessão?
.
A faixa de preço varia de profissional para profissional, região, graú de conhecimento, etc...




.
Efeitos da massagem
A pessoa pode, em um primeiro momento, sentir algum tipo de desconforto? De repente alguma dor, um mal estar pós massagem? Como se fosse um efeito colateral da massagem...
.
A Reflexologia Podal aplicada ao pé, fará com que o paciente se acostume com o toque do terapeuta e também relaxe. Quando o paciente se acostumar a ter o pé manipulado, o terapeuta explicará como será feito o tratamento, ele também irá tranquilizá-lo em caso de apreensão quanto a dor. A Reflexologia podal não é dolorosa, (como se pensa) ao contrário, as áreas sensíveis são tratadas com tamanha suavidade, que as sensações costumam ser mais de prazer do que de sofrimento.

Fonte da Pesquisa e Imagem
http://espacodaluiza.blogspot.com/

O que é Massoterapia...


Tipos de massagens...

.
Toda técnica de massagem tem alto potencial terapêutico.
.
O sucesso de seu tratamento vai depender:
.
do quanto o(a) Massoterapeuta está preparado(a) para utilizar sua energia dentro da técnica;
.
vai depender também da empatia entre terapeuta e cliente;
.
finalmente, da escolha, por parte do cliente, do melhor tipo de abordagem corporal para ele: que o faça sentir-se à vontade e cujos movimentos mais lhe propiciem conforto e benefícios.-
.

-Massoterapia Oriental;
.
- Reflexologia Podal;
.
- Shiatsu;
.
- Sueca;
.
- Ayuvérdica (indiana);
.
- Sleep Massage;
.
- Soccer Massage;
.
- Hot Massage;
.
- Quick Massage;
.
- Massagem desportiva;
.
- Energética;
.
- e muito mais...


Fonte da Pesquisa e Imagem.
http://www.massagemesaude.xpg.com.br

quarta-feira, março 17, 2010

Reflexologia podal


Não pode ser atribuída a nenhuma cultura específica a "descoberta" da Reflexologia Podal.
A mais antiga documentação que se tem notícia é proveniente do Egito.






.

O Dr. William Fitzgerald (americano séc.XIX) grande pesquisador, escritor e conhecedor da técnica diz que: "A forma de tratamento por meio dos pontos de pressão já era conhecida na Índia e na China há mais de 2000 anos. Porém, este conhecimento parece ter-se perdido ou esquecido há muito tempo. Talvez fosse posto de lado em favor da acupuntura, que surgiu como um rebento mais forte da mesma raiz".

.

Entretanto, esta suposição não se comprova, este conhecimento está preservado na China na massagem Tui Na, na Índia pela massagem Ayurveda, e no Japão pelo Shiatsu.

.

Qual é a história da Reflexologia Podal? (Mais atual)
.
Uma fisioterapeuta que trabalhava no hospital de guerra no Vietname, esteve observando os Vietnamitas apertarem os pés dos soldados doentes. Aquilo mexeu com sua curiosidade, e resolveu investigar o porque daquele procedimento. Escolheu um soldado que estava alí, doente, mas que tinha melhores condições de saúde, e ligou ao seu corpo, vários eletrodos em todos os órgãos, depois passou a apertar diversas partes dos pés daquele soldado e anotou os resultados. Repetiu por várias vezes esta operação, e isto foi considerado uma prática de Reflexologia. Daí nasceu o mapa ocidental da Reflexologia, ou melhor, o mapa ocidental para Reflexoterapia.
.
Portanto, constatamos que a técnica surgiu no Oriente (assim como a maioria das técnicas de massagens e terapias).
.
O objetivo da Reflexologia Podal, é curar e prevenir males no nosso corpo (mas nunca deixe de procurar o seu médico, lembrando que, a Reflexologia Podal é um tratamento "alternativo", que é de extrema importância consultar um (a) especialista, primeiro para que ele (a) faça um diagnóstico dos seus problemas de saúde, e possa orienta-lo(a) de forma adequada para que possamos depois, aplicar de forma correta a reflexologia)
.
É uma terapia alternativa e complementar baseada na anatomia e na fisiologia humana que identifica, previne e trata dos distúrbios orgânicos e dos desequilíbrios emocionais, através de estímulos por pressão nas terminações nervosas em pontos específicos dos pés.


Fonte da pesquisae Imagem
http://espacodaluiza.blogspot.com/

A História e A Massagem


.
A história da massagem é tão antiga quanto a do homem. Em algum ponto de nossas vidas todos sofrem alguma lesão menor, dor ou desconforto.
Nossa reação instintiva é a de friccionar ou segurar a área afetada para diminuir a dor. Esta técnica básica foi desenvolvida através dos milênios até o sistema de massagens que conhecemos hoje.
.
Massagem é a manipulação sistemática de tecidos moles do corpo com objetivos terapêuticos. A maioria das culturas antigas praticavam algum tipo de toque terapêutico.
Seus métodos de tratamento usavam ervas, óleos e formas primitivas de hidroterapia.
.
Estudos arqueológicos indicam que, já na pré-História, o homem promovia o bem-estar geral e adquiria proteção contra lesões e infecções por meio de fricções no corpo. Seriam os primórdios do que hoje se entende por massagem.
.
Há também registros de que civilizações da Antiguidade, como egípcios, hindus, gregos, romanos, chineses e japoneses, cerca de 300 a.C., fizeram referências sobre os benefícios da massagem para o bem-estar.
.
Estudos arqueológicos indicam que, já na pré-História, o homem promovia o bem-estar geral e adquiria proteção contra lesões e infecções por meio de fricções no corpo.
.
Os Egípcios antigos, budistas, persas e japoneses também a utilizavam no tratamento de várias doenças e lesões; e a massagem continuou a ser parte vital do tratamento médico até depois do quinto século d.C. A palavra massagem é de origem grega e significa amassar.
.
Os antigos Gregos valorizavam os benefícios da massagem usando-a em muitos eventos da vida diária. As técnicas foram desenvolvidas para ajudar atletas a manterem seus corpos nas melhores condições para as competições. Eles também usavam a massagem para relaxamento.
Pare, da França, no Sec. XVI trancreveu e publicou uma literatura antiga sobre fricções junto com sua própria aplicação específica para pacientes cirúrgicos.
.
Seu trabalho foi reconhecido e a terminologia francesa para as técnicas específicas de massagem são usadas até hoje. Com o fim do 14º século veio o fim da Idade Média e o início da Renascença.
.
Na Inglaterra, Mennell e Cyriax, médicos ingleses, usaram uma aplicação específica de massagem com fricção profunda para estruturas articulares profundas contráteis e não contráteis lesadas, tanto em condições agudas como crônicas.
.
Nos anos 70 e 80 a acupressura recebeu mais atenção que qualquer outra modalidade de trabalho físico. A tendência atual parece sugerir o aumento da popularidade da massagem e de terapias relacionadas para redução de estresse e de problemas musculo-esquelético crônicos. A massagem pode ser considerada uma parte da medicina manual e através da história ergueu-se independentemente para promover a saúde.

Fonte da Pesquisa e Imagem
http://equilibriomassagens.blogspot.com/
http://espacodaluiza.blogspot.com/
.

TPM! Trate pela MedicinaTradicional Chinesa


Que mulher já não vivenciou a sensação de não ser mais capaz de administrar a própria vida?

De repente, de um dia para o outro aquilo que era corriqueiro e fácil, torna-se difícil, confuso e cansativo. Um tornado interno leva embora a estabilidade e agita um mar de frustrações e ressentimentos. Às vezes a lucidez parece desaparecer e só resta a tensão e a irritabilidade sem motivos aparentes.

Esses sinais podem variar de intensidade e surgir um dia ou até duas semanas antes da vinda da menstruação. É a famosa TPM, um desequilíbrio considerado de fácil correção segundo a Medicina Tradicional Chinesa.

Mulheres que vivem sob tensão e que guardam mágoas e ressentimentos facilmente tem a energia do Fígado paralisada, o que provoca um bloqueio na sua habilidade de equilibrar as emoções, circular com suavidade a energia por todo o organismo e movimentar o sangue no útero.

Em decorrência disto as emoções ficam afetadas e desconfortos físicos como cefaléia, distensão nas mamas e no abdome podem aparecer, pois são locais por onde o canal de energia do Fígado percorre.

A ingestão de laticínios e gordura combinada com tais dificuldades emocionais também agravam os sintomas, pois formam o que denominamos de Mucosidade-Fogo, um desequilíbrio mais severo de tratar, porque bloqueia ainda mais a circulação de energia pelo organismo.

Outra causa comum para a TPM é o excesso de esforço físico porque canaliza muita energia do Fígado para o aporte de sangue para os tendões.

O tratamento para esse distúrbio pode ser feito através dos pontos de Acupuntura que liberam a circulação deste canal, tais como os pontos Fígado 2 e Fígado 3 e também sobre o canal do Pericárdio, que distribui a energia nas mamas e influencia a serenidade da mente.

Uma boa massagem, como o Tui Na, que libere e nutra os tendões e os canais energéticos é recomendada para atenuar e tratar os sintomas.

A Fitoterapia também é indicada, pois há ervas dentro da MTC que desbloqueiam a estagnação de energia e sangue pelo organismo.

Vale dizer que manter atividade física prazerosa na rotina e o hábito de comunicar claramente os sentimentos previne a TPM e garante uma vida mais saudável e feliz!

Outra descoberta interessante a parte da Medicina Chinesa é o uso do óleo de Prímula (Oenothera biennis), cujos componentes parecem reduzir os sintomas da TPM segundo pesquisadores.



http://terapiaschinesas.wordpress.com
fonte de pesquisas e Imagem

Alimentos e Afrodisíacos






Tudo que ocorre saber sobre os afrodisíacos: as
especiarias afrodisíacas



Alimentos e AFRODISÍACOS

O termo afrodisíaco data ao menos 5.000 anos. Segundo o Dicionário dos Afrodisíacos de H. E. Wedeck, o termo afrodisíaco deriva do mito de Afrodite, a deusa grega do
amor, a mesma teria saido do mar dentro de uma concha de ostra.

Os alimentos afrodisíacos, não são certamente uma invenção moderna. A sua origem remonta a antiguidade, da cultura egípcia, grega e romana.

Os chamados afrodisíacos seguros, como as bananas, os espargos e as cenouras, cuja forma é semelhante ao orgão sexual, são consumidos por alguns para melhorar o desejo sexual.

Outros consomem partes de animais aclamados como potentes afrodisíacos. A consumação de tais partes de animais pode resultar desagradável para algumas pessoas, enquanto outras em vez, desejam provar alguns particulares ingredientes
afrodisíacos propício a melhorar o prazer sexual.





Especiarias AFRODISÍACA


Cravo

É um dos mais potentes afrodisíacos naturais. Além disso, é muito eficaz para combater o cansaço mental, como também a perda de memória.



Coentro

As suas sementes secas tem efeitos eufóricos, especialmente nas mulheres. É utilizado em infusões com vinho. Todavia se recomenda aos homens para não abusarem desta substância, pois neles, pode causar efeitos opostos.



Jasmim

Essa deliciosa flor é cultivada no mundo inteiro, mas é principalmente o jasmim espanhol a ser utilizado para aromatizar licores. Atenção: as sementes de jasmim são venenosas.



Ginger

É utilizado em bebidas destinadas a despertar a sensibilidade. Ingerido com moderação, causa ímpeto salutar; em dose excessiva, irrita o intestino.



Almíscar

Se trata de uma substância escura de odor muito ativo, extraida de uma glândula sito sob a pele do abdome dos cervos jovens que vivem no sudeste asiático. A respeito das suas origens não certamente apetitosas, é considerada uma panacéia para tratar epilepsia, coqueluche, febre tifóide e pulmonite. Além disso, é apreciada pelas suas virtudes afrodisíacas. É reduzido em pó e parcimoniosamente espalhado sobre a comida (causa vertigens se usado em excesso).



Noz-moscada

Não particularmente eficaz para as mulheres, mas para os homens tem a reputação de ser a melhor aliada. Provém da ilha de Banda, na Indonésia.



Orégano

Em infusão é um bom agente excitante.



Pimenta de Cayenna

Contém uma grande quantidade de vitamina C. É também um agente excitante que estimula a circulação. O pequeno chili vermelho ou verde mexicano, possui as mesmas qualidades.



Rábano

Sua polpa tem propriedade afrodisíaca.



Aipo

O aipo contém as vitaminas A, B, C, P e minerais. É excelente para os músculos e ajuda a liquefação do sangue; também serve para reduzir o nível de colesterol e ajuda a manter as artérias limpas. Os antigos Romanos dedicavam o aipo ao deus Plutão, deus do sexo e do inferno.



Mostarda

Estimula a ação das glândulas sexuais. Existem três qualidades de mostarda: preta, branca e amarela, proveniente da Índia. A mostarda conheceu um notável sucesso na Idade Média.



Tomilho

Erva que fornece óleo de poder anti-séptico. Da mesma erva igualmente se obtêm um tônico nervoso com efeitos afrodisíacos. É ainda um bom purificador para o corpo.



Baunilha

Possui efeitos eufóricos e pode ser consumida a vontade. Combate a astenia sexual, agindo no sistema nervoso central e, por meio do seu odor, age indiretamente como estimulante sexual.



Açafrão

Possui propriedades estimulantes das zonas eróticas. Os estudos têm provado que ha efeitos similares aqueles dos hormônios. Atenção ao seu consumo: doses excessivas provocam risadas incontroláveis.
Pesquisas da web.

terça-feira, março 16, 2010

A Conservação das Ervas


É importante salientar a conservação das Ervas, dos incensos e das resinas para assim terem um maior tempo de conservação e não deteriorar-se muito depressa.

A maior parte das lojas, ervanários e assim como nós próprios, vendem as ervas em pequenos sacos de plásticos. No nosso caso apenas para se tornar mais acessível o preço, o que vendidos em potes ficaria um acréscimo nos portes de envio.

No entanto convêm salientar que até á venda nós mantemo-las correctamente conservadas, preparando os sacos apenas quando pedido. No entanto é importante relembras que quando recebe as ervas que as mantenha devidamente protegidas.

O primeiro passo para a boa conservação das ervas é que estas, quando foram colhidas por si, estejam completamente secas sem nenhuma humidade. Depois são guardadas separadamente em frascos herméticos de vidro escuro, pintados ou em frascos de barro ou porcelana, devidamente etiquetadas, evite completamente os de metais ou de plásticos. Utilize frascos limpos que não tenham sido utilizados para outro fim.

Guarde-os num armário ou numa gaveta fechada, o que importa é que esteja num local seco e fresco, completamente protegidos da luz, pois a luz retira as suas propriedades.

As ervas assim podem conservar-se um ano, mas evite guarda-las por tanto tempo, se vir que já tem ervas a um ano que não tem utilizado, para não gastar as ervas em vão, o que seria um sacrilégio, faça um banho de imersão com elas, reutilize sempre, esta é uma maneira agradável para evitar estragar.

Fonte de pesquisas e Imagem
http://acasadafloresta.spaces.live.com/Blog/

Ervas como conserva-las


Como armazenar ervas aromáticas

O melhor jeito de armazenar ervas é mantê-las, sob temperatura de 4 a 10ºC, acondicionas em sacos ou potes plásticos bem fechados. Ervas como dill, salsa crespa, salsa lisa, cebolinha, borago, cerefólio e estragão também podem ser congeladas inteiras ou picadas. Nelas, o aroma, os ativos e o aspecto físico são mantidos. A conserva com óleo e vinagre é outra opção. Nesse caso, os óleos essenciais passam para a solução, aromatizando-a por muito tempo. Por último, temos os patês, que são ervas ou outros condimentos misturados com óleo e sal.


Fonte da Pesquisa Web
Imagem google

segunda-feira, março 15, 2010

GNOSIS - SABER UNIVERSAL






A Gnosis é um Saber Universal encontrado, com concepções simbólicas similares, em todas as culturas dos povos antigos, camuflado em belas obras de arte, nas sinfonias musicais dos grandes mestres, em arquiteturas carregadas de símbolos sagrados, em obras de teatro enunciadoras de princípios transcendentais, ou delicadamente disfarçados em esculturas que, no seu mutismo, transmitem ao espectador enormes verdades filosóficas e místicas, bem como nas danças maravilhosas do passado, nos cultos, tradições, mitos e lendas de diferentes latitudes, etc. Tudo isso contendo mensagens lendárias dirigidas à consciência adormecida dos seres humanos, buscando despertá-la e fazê-la partícipe da realidade subjacente nos domínios inalteráveis do espírito humano.

Gnosis é o conhecimento que brota de nosso interior de forma intuitiva e natural, independente de raciocínios, conceitos, teorias, ou qualquer outro processo mental.

Foram gnósticos os antigos cristãos, os antigos maçons, os antigos rosa-cruzes, os templários, os celtas, os druidas, os alquimistas medievais etc. Foram gnósticos Fu-ji, Zoroastro, Krishna, Maomé, Jesus, Pitágoras, Hermes Trismegisto, Paracelso, Dante Alighieri, Virgílio e tantos outros seres que, em épocas e rincões diversos, trouxeram a luz da Gnosis, que brotou de seu ser, para a humanidade.

São livros de sabedoria gnóstica os Vedas, o Alcorão, a Bíblia judaico-cristão, o I Ching, o Baghavad Gita, etc. Um dos livros mais importantes para o estudo profundo do gnosticismo é a Pistis Sofia, recentemente descoberto em manuscritos coptos, cuja autoria é atribuída ao apóstolo Felipe, que o teria escrito conforme ditado pelo próprio Mestre Jesus.

OS TRÊS FATORES DE REVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA


A Gnosis ensina que a Auto-Realização Íntima do Ser pode ser alcançada através da prática de Três Fatores de Revolução da Consciência:

1º Fator: MORTE - A descoberta e eliminação de nossas debilidades e defeitos, aqueles elementos psicológicos em nosso interior que travam o nosso progresso espiritual. É morte do ego, dos eus psicológicos (Luxúria, Orgulho, Ira, Preguiça, Cobiça, Inveja, Gula). No Egito, os egos eram conhecidos como Demônios Vermelhos de Seth; no Tibet foram denominados Agregados Psíquicos; Jesus, o Cristo, os denominava Legião. Estes defeitos psicológicos submeteram nossa Consciência a um sono profundo, do qual devemos despertar. Como lida com mudanças psicológicas através da eliminação de tais elementos, o primeiro fator é chamado Morte, ou Morrer.

2º Fator: NASCIMENTO - O despertar das faculdades e poderes latentes em nosso Ser Interior, através da Transmutação das nossas Energias Sexuais. União amorosa entre homem e mulher (conhecido como Maithuna no Yoga Tântrico). Este é o nascimento alquímico que corresponde à sábia manipulação das energias criadoras, indispensável ao desenvolvimento da consciência. Conhecido nas antigas Escolas de Mistérios como Alquimia, Pedra Filosofal, Matrimônio Perfeito, Tantrismo, etc. O segundo fator é chamado Nascimento.

3º Fator: SACRIFÍCIO – Significa levar à toda a humanidade, à todos os que buscam, a Chave, a Gnosis ou Conhecimento Espiritual através do qual poderão atingir sua Auto-Realização e unir-se definitivamente com seu Deus Interior. Significa também trabalhar com a Caridade Universal através de serviços desinteressados de tipo social. Como esse processo lida com Sacrifício Voluntário pela Humanidade, o terceiro fator é chamado Sacrifício, ou Sacrifício pela Humanidade.

Fonte para pesquisas: www.gnosisonline.org
Fonte origem

http://ceudaboapalavra.blogspot.com

domingo, março 14, 2010

Fitoterapia - Sete Conselhos Para Uso Seguro de Plantas Medicinais


As plantas por mais naturais que sejam, não dispensam o conselho médico, ou os cuidados inerentes à automedicação. De modo que hoje deixo aqui sete conselhos que acho importante que se tenha em conta:



1- Se possível, adoptar um regime vegetariano.

2- Saber a causa do problema que o afecta. Não se deve contentar em aliviar os sintomas. É preciso consultar o médico, submeter-se a exames, para obter um diagnóstico correcto. Só depois desta etapa será conveniente utilizar as plantas medicinais como complemento do tratamento.

3- Há problemas que têm a sua origem em hábitos nocivos à saúde, tais como o uso do álcool ou tabaco. Devem ser eliminados primeiro, para que o efeito benéfico das plantas resulte como deve ser. Por exemplo: Que proveito teria um doente de bronquite de origem tabágica em tomar plantas de efeito expectorante ou mucolítico, se não deixar de fumar?
Muitas doenças crónicas provêm de estilos de vida não saudáveis: maus hábitos alimentares, álcool e tabaco imoderados, drogas, vida agitada, stress e falta de descanso.

4- Evitar a automedicação - até mesmo no uso de plantas medicinais, há certas doenças que não prescindem do aconselhamento de um bom naturista ou homeopata para ser bem orientado no tratamento.
De resto se a pessoa se informou das propriedades das plantas e das suas restrições específicas, poderá então resolver fazer uma automedicação saudável.

5- Usar unicamente plantas medicinais bem conhecidas, identificadas e devidamente preparadas.

6- Certifique-se, no caso de sofrer de doença crónica e ter de usar uma planta por um período prolongado, se esta não tem contra-indicações ou precauções a ter em conta.

7- O uso adequado duma planta medicinal pode impedir uma doença de tomar grandes proporções no organismo, pode impedir que uma simples debilidade evolua para uma doença. Porém quando se trata de grávidas e crianças pequenas, a prudência no uso deve ser tão grande como com qualquer toma de medicação alopática.
As dosagens devem ser diminuídas e considerar que as grávidas não podem tomar qualquer tipo de planta pois algumas são abortivas; não se usa o alho em grandes doses porque fluidifica o sangue e tal situação é desaconselhável durante a gravidez, quem amamenta não deve tomar plantas que sejam eliminadas pelo leite e tenham sabor desagradável como a artemísia, genciana e o absinto ou diminuam a produção láctea como a salva e a pervinca.

Pouco a pouco começamos a ficar preparados para realmente entrar a fundo no maravilhoso mundo das plantas medicinais e aprender a viver saudavelmente com elas.


Texto e Imagem da Internet

sexta-feira, março 12, 2010

Negócios Cósmicos


O KARMA se pode pagar com DHARMA, quer dizer, fazendo boas obras. Da mesma forma como podemos pagar as nossas dívidas com dinheiro neste plano físico, assim também podemos pagar o Karma com DINHEIRO CÓSMICO, ou Dharma, ficando assim livres da dor e do sofrimento.

A Justiça e a Misericórdia são as duas colunas da Lei Divina. A Justiça sem Misericórdia é tirania e a Misericórdia sem Justiça é condescendência com o delito. Por isso o Karma é negociável, e cada um pode modificar o seu próprio destino, fazendo um acordo com Deus: UM NEGÓCIO CÓSMICO.

Muitas pessoas que sofrem se lembram das suas amarguras desejando remedia-las mas se esquecem dos sofrimentos alheios, e nesse estado egoísta pioram a sua situação.

Se eles pensassem, se dedicassem a servir o seu semelhante, a dar de comer ao faminto, a vestir ao nu, a ensinar ao que não sabe, etc., colocariam boas obras no prato da balança cósmica para incliná-la ao seu favor e ficariam solucionadas suas necessidades. Assim compreendemos aquela frase Bíblica do CRISTO: “BUSCAI, POIS, EM PRIMEIRO LUGAR, O REINO DE DEUS E A SUA JUSTIÇA, E TODAS ESTAS COISAS VOS SERÃO ACRESCENTADAS.”
Ninguém se lembra de Deus nem dos seus semelhantes senão quando estão no desespero, e isto é algo que todo mundo tem podido comprovar. Queres curar-te de uma doença? Cura a outro. Algum parente está na prisão? Trabalha pela liberdade dos outros. Tens fome? Comparte o pão com os que estão pior que tu. Quando você acabar de pagar o valor equivalente correspondente a cada karma, o castigo será levantado; senão irá pagá-lo com dor, nesta ou noutras vidas. Assim é a lei...

Uma maneira muito pratica de cancelar o karma, isto o temos comprovado inúmeras vezes, é conhecer, praticar e divulgar os ensinamentos gnósticos sobre a face da terra. Já que desta forma entregamos às pessoas as chaves para encontrar-se a si mesmas, para conhecer-se, mudar e viver melhor.
No mundo da Justiça Divina isto se constitui na moeda mais apetecida nos negócios, quer dizer, entregar estes sábios ensinamentos às pessoas é equivalente a negociar com dólares cósmicos.

Nosso Deus interior mostra-nos muitas vezes através dos sonhos e em símbolos o Karma ou castigo que nos vai ser cobrado. Exemplos: Sonhar que somos detidos pela polícia, ver-nos nus, molhar-nos na chuva, ser-mos atacados por um leão, tomar banho em água suja, etc. Para informação mais detalhada, veja a nossa secção O significado dos sonhos.

Se você tem um problema económico ou sentimental e quer uma solução perfeita: ao deitar-se reze, pausadamente, o Pai-nosso, como se estivesse falando com uma pessoa que se chama DEUS. Ao terminar de orar você diz: “Meu Deus, ajuda-me a resolver este problema”, e novamente reze o Pai-nosso e solicite a ajuda. Volte a repetir a Oração e a Ajuda até que adormeça. Deve fazê-lo com muita fé. É possível que nessa mesma noite seu DEUS interior lhe dê a resposta num sonho. Pode pedir a cura de uma doença, mas há que fazer obras, já que a fé sem obras é fé morta.

É possível conseguir créditos com a Justiça Divina. Isso muitos ignoram. É urgente saber que todo credito é pago com boas obras, ou com suprema dor.

O Karma na Bíblia.
A todos os investigadores sinceros da Bíblia, apresentamos-lhes a continuação uma série de passagens que de uma maneira ou outra falam da Lei do Karma.

Jesus o Grande Mestre, disse: “ENTRA EM ACORDO SEM DEMORA COM O TEU ADVERSÁRIO, ENQUANTO ESTÁS COM ELE A CAMINHO, PARA QUE O TEU ADVERSÁRIO NÃO TE ENTREGUE AO JUIZ, O JUIZ AO OFICIAL DE JUSTIÇA, E SEJAS RECOLHIDO À PRISÃO. EM VERDADE TE DIGO QUE NÃO SAIRÁS DALI ENQUANTO NÃO PAGARES O ÚLTIMO CENTAVO.” Mateus 5, 25-26.

Gálatas 6, 7-9: “NÃO VOS ENGANEIS: DE DEUS NÃO SE ZOMBA; POIS AQUILO QUE O HOMEM SEMEAR, ISSO TAMBÉM CEIFARÁ. PORQUE O QUE SEMEIA PARA A SUA PRÓPRIA CARNE, DA CARNE COLHERÁ CORRUPÇÃO; MAS O QUE SEMEIA PARA O ESPÍRITO, DO ESPÍRITO COLHERÁ VIDA ETERNA. E NÃO NOS CANSEMOS DE FAZER O BEM, PORQUE A SEU TEMPO CEIFAREMOS, SE NÃO DESFALECERMOS.”

Êxodo 21. 12; 23-25: “QUEM FERIR A OUTRO DE MODO QUE ESTE MORRA, TAMBÉM SERÁ MORTO. MAS SE HOUVER DANO GRAVE, ENTÃO DARÁS VIDA POR VIDA, OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE, MÃO POR MÃO, PÉ POR PÉ. QUEIMADURA POR QUEIMADURA, FERIMENTO POR FERIMENTO, GOLPE POR GOLPE.”

1º Coríntios 6, 16: “OU NÃO SABEIS QUE O HOMEM QUE SE UNE A UMA PROSTITUTA, FORMA UM SÓ CORPO COM ELA? PORQUE, COMO SE DIZ, SERÃO OS DOIS UMA SÓ CARNE.”

Quando há sexo entre duas pessoas, o Karma é transmitido de um para o outro. Com certeza você terá notado ao seu redor que muitas pessoas mudam a sua vida imediatamente após casarem. Exemplo: Se um homem com boa situação economia decide casar-se com uma mulher que tenha muito karma económico, ambos serão afectados e ao homem começará a faltar-lhe o dinheiro.
Esse tipo de karma é chamado KARMA-SAYA. Para uma maior informação veja a nossa secção Classes de Karma.

Levitico 20, 27: “O HOMEM OU MULHER QUE SEJAM NECROMANTES, OU SEJAM FEITICEIROS, SERÃO MORTOS: SERÃO APEDREJADOS; O SEU SANGUE CAIRÁ SOBRE ELES.”


Fonte das Pesquisas
http://www.anael.org/portugues/

Classes de Karma!


Para uma melhor compreensão da lei do karma, estudaremos a seguinte classificação:

Karma Familiar: A cada ser humano lhe corresponde um pai, uma mãe, uns irmãos, um marido/esposa e uns filhos. Com todos eles temos uma ligação através da Lei do Karma. Alguma coisa lhes devemos, e eles nos devem algo, de acordo como nos tenhamos comportado com eles em vidas passadas. Por isso as vezes nos toca filhos, pais ou irmãos loucos, monstros, siameses, leprosos, tuberculosos, toxicodependentes, alcoólicos ou epilépticos. Também podemos merecer uns pais e/ou filhos que nos maltratam e abandonam. Um marido que atraiçoa e maltrata a sua esposa e vice-versa.

Karma Colectivo: É cobrado a várias pessoas que tem Karmas individuais semelhantes. São reunidos e sofrem um acidente, uma inundação, uma seca, uma peste, epidemias, etc. ...Encontrei uma relação estável e não posso ter filhos, será esse o meu castigo?

Os felicito por estes ensinamentos que dia a dia fazem tomar consciência do porquê da nossa existência.





Karma Nacional: É o castigo que sofre toda uma nação, por exemplo; um terramoto, uma guerra civil, etc.

Karma Mundial: É o castigo que recebe toda a humanidade como consequência das suas más obras. Exemplo; as guerras mundiais.

Karma-Duro: É o Karma devido às más acções cometidas em vidas passadas. Ao não realizar suficientes boas obras na vida, o karma se desenvolve e temos de pagá-lo com muita dor e sofrimento. O Karma-duro não é negociável. Exemplo: a sida, o cancro, a epilepsia, etc.

Karma-Saya: É a união kármica que se verifica de cada vez que um homem tem relações sexuais ou fornica com uma mulher. Devido a essa união as duas pessoas compartem entre si Karmas e defeitos. No Karma-saya, o casal fica unido no livro do Karma. É uma ligação astral, sexual e Kármica.

Karma Individual: É o castigo ou consequência que recebe cada ser humano pelas suas más obras cometidas nesta ou em vidas passadas. Por causa deste Karma individual, uns nascem cegos, outros órfãos, outros tuberculosos, com cancro, lepra, epilepsia, com corpos monstruosos ou com deformações, siameses, etc. O Sábio Salomão já o referiu nos seus Provérbios: “O que o homem semear, isso colherá”.

Quem nasce cego?
A cegueira é um castigo à maldade cometida nesta vida ou em vidas passadas.

Quem fica com lepra?
A lepra é o castigo dado às pessoas supremamente egoístas, que ainda que tenham recursos não ajudam a ninguém. É o castigo ao egoísmo.

Quem nasce monstro?
A monstruosidade é o castigo dos mentirosos. Devemos lembrar que o que mente peca contra o Pai (DEUS), que é a verdade.

Quem sofre de esterilidade?
A esterilidade é o castigo para as pessoas que tem abortado os seus filhos em vidas passadas; para a mulher que há usado anticonceptivo, anéis ou tem realizado a laqueação das trompas, e para os homens que realizaram a vasectomia.

Quem nasce ou se torna louco?
A loucura é o castigo ou consequência para aqueles que tem estragado o cérebro com o abuso intelectual, drogas, álcool, masturbação, etc.
Em cada bebedeira, por exemplo, são destruídos 9 milhões de neurões cerebrais, como consequência o alcoólico pode nascer louco na próxima existência. Também é o castigo para aqueles que cultivam e comercializam drogas (marijuana, cocaína, L.S.D, etc.) Estas drogas destroem o cérebro, o corpo e a alma da juventude no mundo.

Quem sofre de tuberculoses?
A tuberculoses é o castigo ao materialismo, de àqueles que negam DEUS, ao seu sopro divino; eles sofrerão esta terrível doença.

Quem nasce siamês?
Os siameses nascem como castigo ou consequência a todos aqueles que fazem enxertos em plantas, animais ou órgãos de seres humanos.
Cada ser tem um corpo e uma alma diferente. Ao realizar um enxerto, a parte astral ou etérea fica unida e o castigo por isto é nascer siamês. Quando se enxertam órgãos humanos, o organismo os repele, já que a parte vital e astral do órgão enxertado é diferente e isto traz muitas consequências na saúde dos que realizam estes enxertos. Os frutos das plantas enxertadas não têm sementes, já que não são criados pela mesma natureza (não provêm de DEUS), portanto provocam desequilíbrios na natureza humana.

Quem fica ou nasce órfão?
É dado como castigo ou consequência para todos aqueles que abandonam aos seus filhos e/ou que costumam ter os filhos irresponsavelmente. Todo o sofrimento desses seres é-lhes acumulado e devem pagá-lo multiplicado.

Quem fica com cancro?
O cancro é uma doença incurável para a medicina oficial. A causa de esta doença é a fornicação. Fornicar é perder a energia sexual, e quando se atinge um número determinado de fornicações, em varias vidas, a pessoa sofre o terrível cancro. A possibilidade do cancro aumenta quando o ser humano consome alimentos ou animais alimentados com hormonas sintéticas que estimulam o crescimento e também quando a mulher utiliza anticonceptivos hormonais.

Quem sofre de raquitismo?
O raquitismo é a consequência do materialismo em vidas passadas.

Quem é abortado antes de nascer?
As mães que abortam, os pais que pagam para matar os seus filhos com a morte cruel do aborto, e os médicos que o praticam, morrerão ao ser abortados, tantas vezes como as que fizeram abortar, mais as suas consequências.
Os médicos estudam para salvar vidas e não para lhas tirar às crianças inocentes. Para uma informação detalhada em relação ao aborto, visita a nossa secção O Aborto.

Quem nasce homossexual?
O homossexualismo e o lesbianismo são as consequências por abusar ou negar o sexo. Os que enganam mulheres, assim como também aqueles que tem relações sexuais em partes do corpo não idóneas, correm o risco de nascerem homossexuais e/ou lésbicas. Na Gnosis aprendemos a respeitar a natureza; as relações pelo ânus, com animais, etc., fazem parte da degeneração sexual. Para conhecer o sábio e consciente uso do sexo, convidamos-te a visitar nossa secção O Poder do Sexo.

Quem nasce mudo?
O Evangelho de São João ensina-nos: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.” Segundo isto, no princípio, o Verbo, a palavra, era sagrada, mas dizer vulgaridades dirigidas ao sexo feminino tornou-se mais comum do que lavar-se as mãos. Todos eles têm desgraçado o Verbo, a palavra. As pessoas demasiado vulgares ou que maldizem a DEUS, correm o risco de nascerem mudas numa próxima existência.

A quem lhe toca ser mendigo?
Pessoas que foram em vidas passadas grandes multimilionários, avarentos e exploradores.
Pedir esmolas é o castigo para os grandes milionários que tudo monopolizam e que têm mais do que lhes correspondem, por causa da sua cobiça. Obtêm o dinheiro com a exploração e a dor do próximo. O Cristo disse: “Dai a cada dia o seu afã” e Samael Aun Weor nos ensina: “Onde termina a necessidade começa a cobiça”.

Como é interpretada a Varíola karmicamente?
É o resultado do ódio.

A quem lhe toca nascer com epilepsia?
É o castigo para os que invocam os mortos. Esta doença é incurável para a medicina oficial. A Bíblia diz-nos: “Maldito o que invoca espíritos de mortos”. Com isto verificamos que a Bíblia fala das almas dos mortos, e as pessoas que as invocam em sessões de espiritismo e/ou com a tábua ouija, correm o perigo de sofrer de essa penosa doença. Na Gnosis ensinamos que é melhor rezar o Pai-nosso e pedir-lhe a Deus.

Assim, o que rouba será roubado, mas multiplicado. O que mata será assassinado, com as consequências que são múltiplas...
Alguém mata outra pessoa, por exemplo, para roubar-lhe, por questões ideológicas, ciúmes, ira, etc. O que morreu deixa a sua esposa e filhos na miséria, desamparados. O assassino deve pois pagar diante das leis de DEUS a dor da viúva, a miséria, a fome e a orfandade das pobres criaturas.
É doloroso ver como inconsciente e selvaticamente, se mata um ser humano para lhe roubar uma boina ou um par de sapatos. Esses objectos não valem nada ante os terríveis castigos que deverá pagar o que comete esses actos.

Os que fazem sofrer e empobrecer aos demais, sofrerão fome e miséria durante muito tempo.

O que pesca com dinamite destrói a natureza e sofrerá terríveis Karmas e misérias, já que ao terminar com as espécies, semeia a fome que depois recolherá.

Ganham karma também, os médicos que realizam laqueação das trompas, vasectomia, colocam dispositivos intra-uterinos ou anéis e receitam anticonceptivos. Todas as consequências na saúde dessas mulheres e homens lhes serão cobrados a eles.

Ganham karma os que utilizam químicos que esterilizam a terra e os que utilizam hormonas de crescimento para fazer crescer rapidamente os animais. Muitas vezes pagamos parte do karma numa mesma vida. A doença kármica não é curada por nenhum médico.

Se fizemos mal, se desperdiçamos o dinheiro, se fomos avarentos, se exploramos ao próximo, se cometemos o erro de roubar ou arruinar aos outros, se fizemos mau uso do dinheiro, é evidente que iremos nascer numa família miserável, vestidos num corpo de mendigo, infelizes, famintos e desnutridos. Assim, cada um recolhe o fruto das suas próprias obras. Ver alguns exemplos.

Como conclusão, nossa vida actual é o resultado do que fizemos ontem, sendo o amanhã o resultado do que estamos fazendo hoje.

Fonte da Pesquisa
Imagem do google
http://www.anael.org/

O Que é um Karma?



É urgente e necessário saber que do mesmo modo como existem neste plano físico, ou terceira dimensão, diferentes tipos de leis que devemos cumprir, tribunais e juizes que se encarregam por velar pelo cumprimento das leis e castigar aos que as violem, também encontramos na quinta dimensão da natureza, na constelação de Balança, o tribunal da Justiça Divina, encarregado em administrar o Karma e o Dharma à humanidade, e indicar-nos através dos mensageiros divinos, a línea de conduta que devemos observar para equilibrar a nossa balança interior, assim como os requisitos que devemos cumprir para alcançar a realização ou perfeição, que é a razão principal pela qual nos encontramos no planeta terra.



Todos nós, na nossa actual existência, estamos recolhendo aquilo que semeamos nas nossas vidas passadas e, ao mesmo tempo, estamos semeando aquilo que recolheremos na nossa próxima existência.

Nunca entendemos isto, e é assim como a humanidade não poderá escapar a esta cadeia de consequências, já que quase nunca sabemos o porquê dos nossos sofrimentos. Quando uma pessoa semeia desgraças, provocando dano aos demais, na realidade isso mesmo virá a recolher. Essa é a lei do Karma.

A lei do Karma é aquela lei que ajusta, sábia e inteligentemente, o efeito a sua causa. Todo o bem ou mal que tenhamos feito numa vida virá trazer-nos consequências boas ou más para esta vida ou próximas existências.

Não devemos esquecer os provérbios Cristãos: “o que semeia raios colhe tempestades”; “com a vara com que medes serás medido”; “olho por olho, dente por dente”; “ o que a espada mata, a espada morre”

A lei do Karma governa todo o criado, e é uma lei imodificável. Ela é conhecida nas religiões como “justiça celestial”. Quem transgride uma lei cria dor para si mesmo.

Na Gnosis, a simbolizamos com uma balança. O prato direito corresponde às boas obras e é denominado DHARMA. O prato esquerdo corresponde às más acções e é chamado KARMA. Esta lei é também conhecida como a lei de acção e consequência, ou causa e efeito.

A lei do Karma nos controla e vigia a cada instante e por isso qualquer acto bom ou mau nas nossas vidas têm consequências. Todo o mal que façamos há que pagá-lo e todo o bem que façamos ser-nos-á recompensado. Deus nos deu livre arbítrio e podemos fazer o que queremos, mas temos que render contas de todos os nossos actos diante da justiça divina.

Quando um homem vem a este mundo traz o seu próprio destino e por isso uns nascem num colchão de penas e outros na desgraça. Se numa existência ferimos, agora nos ferem; se matamos, agora nos matam; se roubamos, agora nos roubam e assim, “com a vara com que medimos agora nos medem e com vantagem.”.

Cada pessoa esta inscrita no livro do Karma que se encontra no Palácio da Justiça Divina. Este palácio encontra-se na 5ª dimensão da natureza e é dirigido pelo mestre Anubis e os 42 juizes da lei. É possível verificar isto que acabamos de afirmar, para fazê-lo a pessoa deverá aprender a sair em corpo astral conscientemente.

Compreender integralmente a lei do Karma é indispensável para orientar o navio da nossa existência de uma forma positiva e edificante.

O Karma é uma lei de compensação e não de vingança. O Karma é um remédio que nos é aplicado para o nosso próprio bem; desgraçadamente, as pessoas em vez de inclinar-se reverentemente diante do Eterno Deus Vivente, protestam e/ou blasfemam, justificam-se a elas próprias, desculpam-se e lavam as mãos como Pilatos (Bíblia Cristã).

Quando protestamos, o KARMA não é modificado, em vez torna-se mais duro e mais severo. Reclamamos fidelidade ao conjugue quando fomos adúlteros nesta vida ou em vidas passadas. Pedimos Amor quando temos sido bárbaros ou cruéis; solicitamos compreensão quando nunca temos dado compreensão a ninguém. Queremos muitas bem-aventuranças quando temos sido a origem de muitas desgraças. Teríamos preferido nascer num lugar belíssimo e com muitas comodidades, quando em vidas passadas não soubemos oferecer um lar. Queremos que os nossos filhos nos obedeçam, quando jamais soubemos obedecer aos nossos pais. Incomodam-nos terrivelmente que sejamos caluniados, quando sempre fomos caluniadores e temos enchido o mundo de dor. Quer dizer, reclamamos aquilo que não soubemos dar...

É possível que em vidas passadas tenhamos sido maus e cruéis, por isso merecemos o pior, mas supomos que nos deveriam dar o melhor.

Quando a Lei Cósmica vai cobrar um Karma a uma pessoa, primeiro ela é submetida a um juízo interno. Se tem Dharma, quer dizer, se fez boas obras, não sofre nenhum padecimento, mas se não tem capital cósmico, paga com dor.

Geralmente as pessoas têm sonhos que lhes anunciam o que lhes vai acontecer; por exemplo: sonhar que a polícia nos vai meter na prisão, ver-nos nus, molhar-nos na chuva, etc. Para uma maior informação visita a nossa secção O significado dos sonhos.

Geralmente, quando a Lei nos cobra, pensamos que somos inocentes, que não devemos nada. Há ainda alguém que blasfema contra a justiça classificando-a de “injusta”. Mas sempre devemos lembrar-nos que a Lei a ninguém dá o que não merece. A cada um lhe dá segundo as suas obras.

Agora o leitor compreenderá porquê as prisões estão cheias de “inocentes”, pessoas que nesta vida não fizeram nada de mau, mas que em vidas anteriores praticaram delitos gravíssimos. Repetimos: A Lei de Deus não dá a ninguém o que não merece; a cada quem segundo as suas obras...

Há alguns que nascem em berços de ouro com todas as comodidades para preparar-se intelectualmente, e levam estilos de vida para muitos invejáveis; outros não tem a mesma sorte, mas também não sofrem na parte económica. No entanto, existem outros que sofrem espantosamente e devem mendigar para subsistir.
Há milionários que sofrem doenças incuráveis e não podem comer o que lhes apetece, por uma úlcera ou um outro mal-estar. Há muitos pobres que gozam de uma saúde formidável.
A Lei cobra a cada quem segundo as suas faltas.

A Justiça Cósmica pode ser comparada com uma grande entidade bancária
Aqui, no plano físico, se temos uma conta bancaria e consignamos constantemente (isto é o equivalente de fazer boas obras), nosso saldo aumentará. Se passamos um cheque (é o equivalente a pagar ou a ganhar um Karma), é lógico que o irão levantar.
Se retiramos maior quantidade de dinheiro cada dia (violando as leis de Deus), a nossa conta desce até ficar em negativo; nesse momento começamos a padecer, pagando com dor a dor que temos provocado.

Caso tenhamos más acções ou Karmas, significa que esgotamos o nosso capital cósmico. Se consignamos, ou seja, se fazemos boas obras aos nossos semelhantes, ganhamos Dharma, e saímos bem nos nossos negócios perante o Tribunal Cósmico. O resultado é felicidade, saúde e êxito nas nossas vidas.


Fonte da pesquisa
http://www.anael.org/

Mantra Sons da Iluminação!


Um mantra (tib. ngag / sngags, jap. shingon), proteção mental, é uma série de sílabas místicas que invocam a energia de um buddha ou bodhisattva. A repetição (sânsc. japa) de mantras no Vajrayana é tão importante que o buddhismo esotérico também é chamado Mantrayana, o Veículo do Mantra. Existem também os dharanis, mantras mais longos, e as sílabas semente (sânsc. bija) que sintetizam a essência da mente iluminada


Já que [as sílabas dos mantras] são os símbolos ou marcas do Dharma, elas são definidas como o selo de todos os buddhas. Já que a divindade e o mantra não são diferentes, elas são definidas com divindades por todos os yogis. Já que estas marcas têm a habilidade de abençoar o fluxo mental dos seres sencientes, elas são definidas com buddhas. Já que as bênçãos dos tathagatas estão misturadas com os fenômenos do amadurecimento kármico, elas são definidas como aparência. Já que a sabedoria dos buddhas abençoou as sílabas, elas são definidas como indivisíveis.
(Jamgön Kongtrül Lodrö Thaye, The Light of Wisdom)

U]m mantra não é nem uma "palavra mágica" nem um "encantamento". é um instrumento da representação e concentração mentais e por isso um recurso do poder mental (mas não de forças sobrenaturais). A raiz man significa "pensar", enquanto o sufixo tra exprime um instrumento, um recurso de acionamento. O efeito do mantra não depende, por conseguinte, de sua entonação — este é outro mal-entendido amplamente divulgado —, mas sim da atitude mental, das associações conscientes e inconscientes que são criadas através da intuição e dos exercícios a ela ligados.

(Lama Anagarika Govinda, Reflexões Budistas)

A relação entre a fala, a respiração e o mantra pode ser melhor demonstrada através do método pelo qual o mantra funciona. [...] Através da pronunciação repetida, pode-se obter controle sobre uma determinada forma de energia. A energia do indivíduo está fortemente ligada à energia externa, e uma pode influenciar a outra. [...] É possível influenciar a energia externa, efetuando os assim chamados "milagres". Tal atividade é realmente o resultado de se ter controle sobre a própria energia, através do qual se obtém a capacidade de comando sobre fenômenos externos.

(Chögyal Namkhai Norbu, Dzogchen)

Para contar as recitações, geralmente se utiliza um rosário (sânsc. mala, japamala, tib. trengwa / phreng ba) de cento e oito contas. Na prática, considera-se que uma volta do rosário equivale a cem mantras; os oito restantes servem para compensar os mantras recitados distraidamente.

O mantra mais conhecido do buddhismo tibetano é Om Mani Padme Hum (os tibetanos pronunciam Om Mani Peme Hum), associado ao bodhisattva da compaixão, Avalokiteshvara. Nesse mantra, a sílaba Om representa a presença física de todos os buddhas. A palavra Mani, que em sânscrito significa jóia, simboliza a jóia da compaixão de Avalokiteshvara, capaz de realizar todos os desejos. A palavra Padme significa lótus, a bela flor que nasce no lodo; do mesmo modo, devemos superar o lodo das negatividades e desabrochar as qualidades positivas. A sílaba Hum, representando a mente iluminada, encerra o mantra.


Os mantras nem sempre possuem um significado claro e muitos deles são compostos por sílabas aparentemente ininteligíveis. Mesmo assim, eles

são efetivos porque ajudam a manter a mente quieta e pacífica, integrando-a automaticamente na concentração. Eles fazem a mente ser receptiva às vibrações muito sutis e, portanto, aumentam sua percepção. Sua recitação erradica as negatividades grosseiras e a verdadeira natureza das coisas pode ser refletida na claridade resultante em sua mente.
(Lama Zopa Rinpoche, Wisdom Energy)

Como atuam os mantras? O som exerce um poderoso efeito sobre nosso corpo e nossa mente. E pode acalmar-nos e dar-nos prazer ou ter influência desarmoniosa, gerando uma sensação sutil de irritação. O mantra é ainda mais poderoso do que um som comum: é como uma porta que se abre para a profundidade da experiencia. Visto que os mantras não têm sentido conceitual, não evocam respostas predeterminadas. Quando entoamos um mantra, ficamos livres para transcender os reflexos habituais. O som do mantra pode tranqüilizar a mente e os sentidos, relaxar o corpo e ligar-nos com uma energia natural e curativa.

(Tarthang Tulku, A mente oculta da liberdade)

[R]ecitamos e meditamos sobre o mantra, que é o som iluminado, a fala da divindade, a união do som com a vacuidade. [...] Ele não possui uma realidade intrínseca, é simplesmente a manifestação do som puro, experienciado simultaneamente com sua vacuidade. Através do mantra, não nos apegamos mais à realidade da fala e do som encontrados no cotidiano, mas os experienciamos como sendo vazios. Então, a confusão do aspecto da fala de nosso ser é transformada na consciência iluminada.

(Kalu Rinpoche, The Dharma)


Fonteda Pesquisa do Texto e Imagem

http://www.dharmanet.com.br/

Reflexão

Estou aprendendo que a maioria das pessoas não gostam de ver um sorriso nos lábios do próximo.Não suportam saber que outros são felizes... E eles não! (Mary Cely)