Herbário Póetico

Espaço destinado a divulgaçao de: Receitas, Crenças. Misticismo Chás, Ervas&Aromas. Medicina Convencional Fitoterápico e Alternativo! Tudo que se relaciona com coisas naturais! Sem fins lucrativos. Nosso prazer e ver você informado. Agradecemos sua visita! Volte Sempre!

Inteligentes &Perpicazes

Total de visualizações de página

Direitos e Uso de Imagens

Direitos e Uso de Imagens
Toda imagem visualisada neste espaço são de origem do google"

sábado, fevereiro 20, 2010

Mandalas


A MANDALA é um diagrama capaz de representar as relações entre o ser humano e o Cosmo, cujo uso pode ser constatado nas mais remotas culturas. As civilizações orientais, especialmente as da tradição hindu, desenvolveram grande habilidade em lidar com mandalas Para eles há muito a Mandala serve de "elemento material" que faz a integração entre a realidade aparente e as esferas superiores. Tais esferas superiores podem ser vistas tanto como as fontes divinas da nossa existência quanto como o denominado por C. G. Jung como processo de individuação.
Segundo Jung meditar, contemplar e sonhar com Mandalas é parte natural do processo de individuação.O círculo desenhado pode conter e até atrair partes conflitantes da natureza individual, mas,mesmo fazendo um conflito vir à tona, a Mandala leva a uma inegável e considerável descarga de tensão, daí sua importância contemporânea visto que a humanidade vive em constante estado de estresse.

MANDALA DO RELACIONAMENTO

Construída com base no símbolo do Yang/Yng, ela Aquário com ênfase no número 4 e na cor verde e ele canceriano com ênfase no 8. Há ausência do raio Laranja na cromologia pessoal dos dois.

A Mandala contém talismãs rúnicos relativos a fertilidade, prosperidade, figura geomântica que simboliza a união e símbolos relacionados a concretização e estabilidade no relacionamento.

Fonte de Pesquisas
http://annalu_frussa.sites.uol.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflexão

Estou aprendendo que a maioria das pessoas não gostam de ver um sorriso nos lábios do próximo.Não suportam saber que outros são felizes... E eles não! (Mary Cely)